ACONCHEGO ou como dizem os Dinamarqueses “Hygge”

Está a chegar o frio e com ele a altura do ano em que começa a saber bem ficar em casa, vestir algo confortável, acender a lareira e ficar enroscado no sofá simplesmente a apreciar o momento de prazer. A isso os Dinamarqueses chamam Hygge, à arte de criar aconchego, conforto e bem-estar, rodeando-nos daquilo e daqueles que mais gostamos, valorizando esse momento na sua plenitude. E não é por acaso que os cidadãos da Dinamarca são considerados os mais felizes do mundo. Apesar de não ser preciso estar frio para o fazermos, o inverno é a estação do ano mais propícia a parar e a ficar em casa, sossegados a gozar o conforto e os bons momentos. Hygge tem a ver com simplicidade, autenticidade, generosidade e com viver mais devagar gozando o momento.

Mas nem sempre é fácil fazermos isso. Muitas vezes deixamo-nos levar pela correria das rotinas de hoje em dia e damos por nós a sentirmos necessidade de preencher todos os vazios com algo para fazer. Simplesmente porque achamos que temos sempre de fazer alguma coisa. Principalmente nós mulheres, mães de família, experts em multitasking e que encontramos sempre uma lista infindável de coisas por fazer.

Quando foi a última vez que parou e simplesmente gozou o momento de estar consigo próprio ou com alguém importante para si? Se já não se lembra então está na altura de o fazer. E não imagina o bem que isso lhe vai fazer à alma. Vai enriquecer a sua vida a um nível mais profundo, sentindo-se conectado com o melhor de si e presente no momento de uma forma simples e feliz.

Por isso este fim de semana, sente-se no sofá, pegue numa chávena de chá quente, cubra as pernas com uma manta macia e leia aquele livro que está há tanto tempo para começar. Ou, se preferir, simplesmente junte a família em frente à lareira a contar histórias felizes.

As opções são muitas: desde um jantar à luz das velas, ver um filme em família, assistir a um pôr do sol, ler uma história ao seu filho na hora de dormir, beber uma boa chávena de café num sítio confortável, ir a um concerto, jogar ás cartas, cantar, aprender a coser, apreciar um copo de vinho, tratar das flores, etc.

Reconheça o prazer nas pequenas coisas, conecte-se consigo próprio e entre em contacto com o que é realmente importante gozando cada momento com simplicidade.

Be Happy 🙂

Teresa

Author: Teresa

Share This Post On

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.