Alimentos Primários

No meu curso do Integrative Nutrition Institute , aprendemos que a nutrição é apenas uma segunda fonte de energia.  Que existem outras fontes, de origem não alimentar, onde vamos buscar a energia que precisamos para viver a vida com alegria e entusiasmo. São chamados os Alimentos Primários.

Durante a nossa infância, todos vivemos à base de alimentos primários. Depois, mais tarde quando nos tornamos adultos, o que nos alimenta pode ser o nosso trabalho, os nossos relacionamentos ou até a fé em algo que acreditamos com todas as nossas forças e que nos guia. O entusiasmo do dia-a-dia pode alimentar-nos de forma mais completa do que qualquer outro alimento.

Lembra-se de quando era criança e de estar tão entretido a brincar que não sentia fome? Podia estar horas e horas seguidas com os seus amigos que nem dava pelo tempo passar. Ou quando esteve apaixonado e tudo o que importava era o seu amor? A comida era algo que passava para segundo plano. Ou aquela altura em que esteve envolvido num projecto de trabalho entusiasmante. Acreditava com todo o coração naquilo que fazia e sentia-se confiante e motivado. Não precisava de mais nada para alimentar o seu dia.

Já reparou que é quando estamos deprimidos ou com a auto-estima em baixo, que sentimos ataques de fome e atacamos a dispensa à procura de algo que nos sacie. E muitas vezes, independentemente de tudo o que comemos, nunca nos sentimos satisfeitos. A falta de amor, de realização pessoas e de preenchimento leva-nos muitas vezes a desejar comida em excesso.

São esses alimentos primários que nos nutrem a um nível mais profundo. E que nos vão dar a sensação de felicidade e preenchimento. Os quatro alimentos primários principais são:

– A carreira

– Os relacionamentos

– O exercício físico

– A espiritualidade

Quanto mais alimentos primários de qualidade, inserirmos na nossa vida, menos vamos depender da comida para nos sentirmos felizes e realizados.

Pense um pouco nisto. Faça um balanço pessoal entre os seus alimentos primários e secundários. Perceba porque sente mais fome nuns dias do que noutros. E tire algum tempo para dar mais atenção aqueles que estão em falta.

Para o ajudar nesta tarefa faça aqui o download do meu «Circulo da Vida», uma ferramenta que o vai ajudar a analisar as áreas que mais precisam da sua atenção.

E não se esqueça que tempo gasto consigo mesmo, é sempre um bom investimento 🙂

tabsig1

Teresa

Author: Teresa

Share This Post On

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.