Blog

ACONCHEGO ou como dizem os Dinamarqueses “Hygge”

Escrito por ás 4:46 pm no Blog, Featured | 0 comentários

ACONCHEGO ou como dizem os Dinamarqueses “Hygge”

Está a chegar o frio e com ele a altura do ano em que começa a saber bem ficar em casa, vestir algo confortável, acender a lareira e ficar enroscado no sofá simplesmente a apreciar o momento de prazer. A isso os Dinamarqueses chamam Hygge, à arte de criar aconchego, conforto e bem-estar, rodeando-nos daquilo e daqueles que mais gostamos, valorizando esse momento na sua plenitude. E não é por acaso que os cidadãos da Dinamarca são considerados os mais felizes do mundo. Apesar de não ser preciso estar frio para o fazermos, o inverno é a estação do ano mais propícia a parar e a ficar em casa, sossegados a gozar o conforto e os bons momentos. Hygge tem a ver com simplicidade, autenticidade, generosidade e com viver mais devagar gozando o momento. Mas nem sempre é fácil fazermos isso. Muitas vezes deixamo-nos levar pela correria das rotinas de hoje em dia e damos por nós a sentirmos necessidade de preencher todos os vazios com algo para fazer. Simplesmente porque achamos que temos sempre de fazer alguma coisa. Principalmente nós mulheres, mães de família, experts em multitasking e que encontramos sempre uma lista infindável de coisas por fazer. Quando foi a última vez que parou e simplesmente gozou o momento de estar consigo próprio ou com alguém importante para si? Se já não se lembra então está na altura de o fazer. E não imagina o bem que isso lhe vai fazer à alma. Vai enriquecer a sua vida a um nível mais profundo, sentindo-se conectado com o melhor de si e presente no momento de uma forma simples e feliz. Por isso este fim de semana, sente-se no sofá, pegue numa chávena de chá quente, cubra as pernas com uma manta macia e leia aquele livro que está há tanto tempo para começar. Ou, se preferir, simplesmente junte a família em frente à lareira a contar histórias felizes. As opções são muitas: desde um jantar à luz das velas, ver um filme em família, assistir a um pôr do sol, ler uma história ao seu filho na hora de dormir, beber uma boa chávena de café num sítio confortável, ir a um concerto, jogar ás cartas, cantar, aprender a coser, apreciar um copo de vinho, tratar das flores, etc. Reconheça o prazer nas pequenas coisas, conecte-se consigo próprio e entre em contacto com o que é realmente importante gozando cada momento com simplicidade. Be Happy...

ler mais

Café sim ou não?

Escrito por ás 7:17 am no Blog, Featured | 0 comentários

Café sim ou não?

É daquelas pessoas que adora café mas que tem sempre dúvidas se é saudável ou não e que quantidade deve beber? Então vou dar-lhe alguma informação que o vai ajudar a esclarecer essa dúvida 🙂 São muitos os estudos que têm mostrado que o café pode fazer bem à sua saúde e ajudar na prevenção de diversas doenças. Mas para além dos benefícios, beber café diariamente tem também alguns riscos. Daí ser tão importante ter atenção à qualidade e quantidade do café. Benefícios do café Atenção e desempenho mental Mesmo em doses relativamente baixas, a cafeína estimula a atenção e melhora o desempenho mental. Humor Diversos estudos têm mostrado melhorias na sensação de bem-estar, felicidade, energia, vigilância e sociabilidade. Concentração Os estudos indicam que a cafeína pode ajudá-lo a executar uma série de tarefas cognitivas mais rapidamente, como por exemplo o reconhecimento de padrões visuais. Prevenção de diabetes O café contém minerais e antioxidantes que ajudam a prevenir a diabetes. Frank Hu, MD, um dos autores de um estudo de Harvard, considera que isto acontece porque a cafeína estimula os músculos a queimar a gordura e açúcar de uma forma mais eficiente. Antioxidantes Os antioxidantes na cafeína ajudam a estabilizar os radicais livres. Quando um radical livre é formado  a partir do metabolismo das nossas células e não é neutralizado, pode danificar o ADN da célula. Prevenção de doenças A cafeína mantém as moléculas de dopamina activas, actuando na prevenção de doenças como Parkinson e Alzheimer. Investigadores descobriram que quem bebe café regularmente reduz em 50% a probabilidade de desenvolver a doença de Parkinson comparando com aqueles que não consomem bebidas com cafeína. Mas também existem riscos quando tomamos doses excessivas de café. Os riscos do excesso do café podem ser: aumento da tensão arterial levando a problemas cardiovasculares; aumento do stress; problemas gastrointestinais principalmente para quem tem síndrome de cólon irritável, doença de Crohn, ou colite; Inibição de alguns nutrientes e excreção urinária de cálcio, magnésio, potássio, ferro e vestígios de minerais; Contribuição para a diminuição da produção hormonal principalmente a partir dos 45 anos; aumento da estimulação nas glândulas supra-renais e vários problemas de saúde relacionados com inflamação e fadiga A dose diária certa de café varia de pessoa para pessoa pois cada um de nós tem formas diferentes de o metabolizar. No entanto, para não correr riscos costumo aconselhar uma dose de não mais do que 2 cafés por dia. E sugiro também que vá estando atento ás reacções do seu corpo quando toma mais ou menos café. Melhor que ninguém o corpo dir-lhe-á a dose certa para...

ler mais

Recomeçar depois das férias

Escrito por ás 6:08 pm no Blog, Featured | 0 comentários

Recomeçar depois das férias

E parece que já acabaram as férias! Estamos de volta a casa, ao trabalho e à rotina. Mas será que conseguimos olhar para este recomeço de uma forma positiva? O escritor Wayne Dyer dizia «When you change the way you look at things, the things you look at change». E já reparou que é mesmo assim? Experimente olhar para a sua rotina e ver o lado positivo de tudo o que faz. Vai ver que começa a perceber que afinal não é assim tão mau levantar-se mais cedo para preparar o pequeno-almoço dos seus filhos e levá-los à escola. Ou para ir passear o cão. Ou de estar 40 minutos na fila para chegar ao escritório. Tente fazer essas mesmas coisas de outra forma e estar mais desperto para o que de bom tem à sua volta: aproveite o passeio do seu cão para correr e fazer um pouco de exercício; ponha a mesa de véspera e aproveite o pequeno-almoço para ter um pouco de tempo de qualidade com a sua família; no caminho para a escola faça um jogo com os seus filhos a ver quem descobre mais carros da sua cor preferida; tire partido do caminho para o escritório para ouvir um podcast que lhe interesse e que nunca tem tempo para o fazer. São milhares as hipóteses que tem. Só precisa de puxar pela imaginação. Já que estamos a recomeçar e está cheio de força para fazer as mudanças que precisa, olhe para 3 áreas importantes da sua vida e comece a dar pequenos passos em direcção a uma vida melhor. • Fazer algum tipo de exercício físico regularmente OK não gosta de ginásios. E também não gosta de correr! Então descubra que tipo de exercício lhe pode dar prazer. É caminhar ao ar livre? Power walk? Yoga? Pilates? Natação? Se não sabe bem o que quer, atreva-se a experimentar aquele desporto que mais o atrai mas que nunca experimentou. Marque já na sua agenda os dias que vai fazer exercício e/ou contacte o ginásio mais perto de sua casa ou do escritório para fazer uma ou duas aulas à experiência. Tornando-se mais activo vai sentir-se mais animado e com mais energia. • Comer melhor Não precisa de fazer uma dieta nem mudar todos os seus hábitos ao mesmo tempo. Sugiro-lhe que crie algumas regras para os dias da semana e que se comprometa a deixar as asneiras para o fim de semana. E essas regras podem ser: – Beber mais água – Tomar sempre o Pequeno-almoço – Reduzir os cafés – Reduzir os doces e tudo o que tem açúcar (bebidas açucaradas, bolachas, bolos, etc) – Comer vegetais em todas as refeições – Comer mais alimentos frescos e reduzir os alimentos processados Se aplicar estas pequenas mudanças na sua dieta, irá sentir um grande impacto positivo na sua saúde e no seu bem-estar. Isso vai dar-lhe mais energia e mais vontade para lutar pela vida que quer conquistar. • Arranjar tempo para Tratar de si Marque na sua agenda, todas as semanas 1 ou 2 horas para aquilo que lhe dá prazer e que nunca arranja tempo para o fazer. Mas depois trate essa marcação como algo prioritário. Não deixe outros compromissos se sobreporem. E não diga que não tem tempo! Arranja sempre tempo para...

ler mais

Tempo de férias, tempo de repor energias!

Escrito por ás 11:28 am no Blog, Dicas, Featured | 0 comentários

Tempo de férias, tempo de repor energias!

Todos passamos o ano a desejar a chegada destes dias de férias em que vamos finalmente relaxar, gozar a família e os amigos, ler aqueles livros que estão na nossa mesa de cabeceira há semanas e, acima de tudo, descansar muito! No entanto, quando finalmente chega o dia… os planos são muitos e por vezes o tempo não é assim tanto. Os dias passam e acabamos por perceber que afinal não vamos conseguir fazer tudo o que queríamos e que está tudo a passar demasiado depressa! É exactamente por isso que lhe escrevo. Estas férias desafio-o fazer as coisas de uma maneira um pouco diferente. Foque-se em si e goze cada dia, cada hora e cada minuto como se fosse único. Não stresse com horas, timings e esqueça o dia da semana em que está. Aproveite os pequenos detalhes, o silêncio, o acordar sem despertador, o barulho das ondas e as gargalhadas do seu filho. Para o ajudar deixo-lhe aqueles que para mim são os conselhos essenciais para tirar o melhor partido das suas férias: > Deixe o telemóvel para trás. Desligue as notificações, o acesso aos e-mails de trabalho e esqueça as redes sociais. Viva o aqui e agora, no sítio onde estiver e com quem está ao seu lado. > Não use despertador. Deite-se quando tiver sono e levante-se quando o seu corpo despertar. > Agradeça todos os dias o que existe de bom na sua vida. Valorize as pequenas e as grandes coisas e tenha consciência da sorte que tem. > Faça 5 respirações profundas todos os dias. Inspire as boas energias que o rodeiam e liberte-se do que está a mais. Imagine um rio à sua frente e deite para lá tudo o que está a afectar o seu equilíbrio. Conecte-se à sua energia interior. > Todos os dias faça algo por si. Escolha algo que lhe faz bem e que lhe dá prazer e ponha-o em prática. > Esqueça as horas das refeições e coma apenas quando sentir fome. A ideia é chegar ao final das férias, sentir que fez um «reset» e que está totalmente renovado e repleto de novas energias positivas para começar uma nova fase com todo o entusiasmo e alegria. As férias acabaram mas tudo o resto recomeça. É essa a magia da vida. Nada acaba, tudo se...

ler mais

Gozar as férias, sem perder o foco!

Escrito por ás 12:45 pm no Blog, Featured | 0 comentários

Gozar as férias, sem perder o foco!

Finalmente, o primeiro dia de férias! Com ele chega também o descanso, o relax, os banhos de sol, os mergulhos, os passeios no campo, os picnics, as jantaradas e tudo o que é bom e nos dá alegria. Este é o tempo de sair da rotina e fazer as asneiras que lhe apetecer sem pensar muito nisso e sem culpas! É tempo para descansar e recuperar energia e ânimo para regressar em força rumo a novas etapas. Por isso mesmo, nestas férias entregue-se e deixe-se levar. Não se preocupe demasiado e deixe tudo fluir naturalmente, ainda que sem nunca deixar de ouvir a sua voz interior e de manter o seu eixo e equilíbrio. No caso de ser daquelas pessoas que se preocupa diariamente como que come e tenta sempre manter hábitos saudáveis, tenha consciência de que é bom deixar que esse equilíbrio, durante as férias, surja naturalmente e sem grandes preocupações. Este Verão, deixo-lhe algumas dicas que podem ajudar a não sair demasiado da linha, para, no final das férias, poder voltar à sua rotina bem consigo mesmo: descansado, cheio de energia e orgulhoso de si próprio. – Inclua diariamente nas suas refeições uma boa quantidade de vegetais, – Faça diariamente algum exercício: caminhadas, um jogo de raquetes na praia, saudações ao sol, entre outros, – Beba muita água. Pelo menos 1,5 litros por dia, – Medite pelo menos 5 minutos todos os dias. Acima de tudo aproveite cada momento do seu dia e da sua noite para que possa chegar ao fim das férias com total sensação de plenitude e repleto de ânimo e vontade de recomeçar....

ler mais