Café sim ou não?

É daquelas pessoas que adora café mas que tem sempre dúvidas se é saudável ou não e que quantidade deve beber? Então vou dar-lhe alguma informação que o vai ajudar a esclarecer essa dúvida 🙂

São muitos os estudos que têm mostrado que o café pode fazer bem à sua saúde e ajudar na prevenção de diversas doenças. Mas para além dos benefícios, beber café diariamente tem também alguns riscos. Daí ser tão importante ter atenção à qualidade e quantidade do café.

Benefícios do café

  • Atenção e desempenho mental

Mesmo em doses relativamente baixas, a cafeína estimula a atenção e melhora o desempenho mental.

  • Humor

Diversos estudos têm mostrado melhorias na sensação de bem-estar, felicidade, energia, vigilância e sociabilidade.

  • Concentração

Os estudos indicam que a cafeína pode ajudá-lo a executar uma série de tarefas cognitivas mais rapidamente, como por exemplo o reconhecimento de padrões visuais.

  • Prevenção de diabetes

O café contém minerais e antioxidantes que ajudam a prevenir a diabetes. Frank Hu, MD, um dos autores de um estudo de Harvard, considera que isto acontece porque a cafeína estimula os músculos a queimar a gordura e açúcar de uma forma mais eficiente.

  • Antioxidantes

Os antioxidantes na cafeína ajudam a estabilizar os radicais livres. Quando um radical livre é formado  a partir do metabolismo das nossas células e não é neutralizado, pode danificar o ADN da célula.

  • Prevenção de doenças

A cafeína mantém as moléculas de dopamina activas, actuando na prevenção de doenças como Parkinson e Alzheimer. Investigadores descobriram que quem bebe café regularmente reduz em 50% a probabilidade de desenvolver a doença de Parkinson comparando com aqueles que não consomem bebidas com cafeína.

Mas também existem riscos quando tomamos doses excessivas de café.

Os riscos do excesso do café podem ser: aumento da tensão arterial levando a problemas cardiovasculares; aumento do stress; problemas gastrointestinais principalmente para quem tem síndrome de cólon irritável, doença de Crohn, ou colite; Inibição de alguns nutrientes e excreção urinária de cálcio, magnésio, potássio, ferro e vestígios de minerais; Contribuição para a diminuição da produção hormonal principalmente a partir dos 45 anos; aumento da estimulação nas glândulas supra-renais e vários problemas de saúde relacionados com inflamação e fadiga

A dose diária certa de café varia de pessoa para pessoa pois cada um de nós tem formas diferentes de o metabolizar. No entanto, para não correr riscos costumo aconselhar uma dose de não mais do que 2 cafés por dia. E sugiro também que vá estando atento ás reacções do seu corpo quando toma mais ou menos café.

Melhor que ninguém o corpo dir-lhe-á a dose certa para si.

Teresa

Author: Teresa

Share This Post On

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.